Aventura Cultural

Escrito por António Gonçalves Santos
in Insight — Investigação
Resumo

Partindo de um caso de estudo ccc.diocese-porto.pt e icatviana.org, cruzando com análises de especialistas e referências da adobe, tem por objectivo apresentar uma proposta de plataforma cultural. Os agentes pastorais transformam o espaço de diálogo com mundo da cultura assumindo um papel na ação pastoral através do e-learning, do e-commerce e do e-culture na Diocese de Viana do Castelo, a Igreja do Alto Minho. A plataforma cultural icvc.pt pretende compreender os desafios, os comportamentos e a comunicação, criando conhecimento para a Sociedade. Projecto implementado e desenvolvido em três fases, da pesquisa à criação digital e sua conclusão, parte do estudo - trendspotting: identificação de tendências emergentes - ao conhecimento, seguindo a metodologia de investigação de Design Research de Neil Leonard e Gavin Ambrose.

Abstract

Starting from a case study ccc.diocese-porto.pt and icatviana.org, intersecting with expert analysis and references from adobe, it aims to present a proposal for a cultural platform. Pastoral agents transform the space of dialogue with the cultural world by taking a role in pastoral action through e-learning, e-commerce and e-culture in the Diocese of Viana do Castelo, the Alto Minho Church. The cultural platform icvc.pt aims to understand the challenges, behaviors and communication, creating knowledge for society. Project implemented and developed in three phases, from research to digital creation and its conclusion, part of the study - trendspotting: trends identification emerging - to knowledge, following the design research methodology of Neil Leonard and Gavin Ambrose.

Palavras-chave: E-learning, E-commerce, E-culture.

I - Introdução

Histórias religiosas e culturais alimentam o icvc.pt e ccc.diocese-porto.pt. A exclusividade e prestigio nos conteúdos dinâmicos apresentam aos - ebuyers - a informação necessária em tempo real, permitindo estudar e preparar a atividade de ação pastoral, como inovação e atualização de temáticas. Qual o desafio na personalização do e-learner no e-learning? Que tipo de consumidor ebuyer responde ao e-commerce? Qual o comportamento da comunicação no e-culture?

A mudança é constante! Para os e-sellers culturais, o meio condiciona o negócio e a sua estratégia adotar transforma a estratégia. A mensagem é aposta certa para o canal certo e na hora certa. Transformar ou digitalizar é avançar o negócio digital como processo de vendas, como comercialização de serviços para os ebuyers cristãos do ICVC - sacerdotes, catequistas, formadores, professores de catequese, outros agentes pastorais - evoluir uma experiência e melhorá-la.

II - Plataforma cultural

Desafio na personalização do E-learning!

Ambos os casos de estudo - icarviana.org e ccc.diocese-porto.pt - apresentam na sua proposta institucional o calendário anual formativo para os vários agentes pastorais. Pretendem proporcionar horizontes dos seus conhecimentos teológico-pastorais, na evangelização, na catequese, na educação da fé, na liturgia, na pastoral da saúde e na caridade. Atualmente o Instituto Católico de Viana do Castelo apresenta uma diminuição de cursos de formação invés que o Centro de Cultura Católica distancia-se. A lealdade personaliza a experiência do e-learner, de forma dinâmica na obtenção de dados. A parceria entre sacerdotes com formadores externos pode ser a solução para a aprendizagem partilhada e obter assim benefícios. A aprendizagem tradicional é distinta da aprendizagem digital, pois permite obter dados do e-learner e criar experiências únicas em tempo real, incorporando recursos analíticos ao conteúdo do canal estruturado e direcionando o benefício online.

A velocidade de internet - preferência adotar o IA - pode aumentar a oferta formativa e obtendo vantagem competitiva perante a concorrência, tornando-a inovadora como marca institucional cultural. Enriquecer com dados e conhecimentos é a diferenciação dos e-learners, personalizando foco na aprendizagem, nas resposta da ação. A jornada do e-learner no icvc.pt é importante na mudança, na adaptação de regulamentos e nas tecnologias de privacidade. Centralizar o e-learner cristão implica uma ação pastoral proativa na obtenção de dados, alinhados com marketing e vendas. A relevância cultural é o factor chave na decisão de comprar serviços de formação online, com comunicação orientada para dimensionar e fornecer uma pertença ao grupo de estudo de formação online. Se as plataformas abertas e baseadas na cloud ajudarão a moldar o mercado mais inteligente, com confiança e transparência, o 5G determinará o sucesso do e-learning.

A multi-linguagem, a voz, a personalização e a experiência do e-learner será o elo principal na sua relação com a marca e sua empatia. A consciência e relação ao impacto do e-learner no meio ambiente é aposta do icvc.pt. A promessa de verdadeira personalização complementa o poder de dados explícitos e sua preferência.No mundo cada vez mais ocupado, o foco é montar uma equipa de entendimento com o cliente - a comunicação - conexão, resiliência e liderança para impulsionar o crescimento do e-learning, com serviços relevantes, de criatividade inclusiva com públicos-alvo diversos, beneficiando os autores autênticos e criativos inovadores.

Que tipo de consumidor responde ao E-commerce?

No e-commerce, a experiência do consumidor é o centro do negócio online e offline, com perspectivas e informações distintas. Mercedes Cardona (cmo.com 2019) avalia o espaço do e-commerce até 2023 como uma transformação digital, dar relevância os problemas dos consumidores invés das vendas dos produtos/preço. Os consumidores mais entusiastas - ebuyers - interagem com as empresas/organizações/instituições em vários níveis de maturidade, desejando obter uma plataforma, uma presença e uma estratégia digital. A razão da estratégia do e-commerce é complexa, com sistemas conectados e dispares, precisam de combinar marketing, cruzamento de dados com operações de loja, requerendo integração do e-commerce uma atualização constante.

Os mercados digitais atuais - amazon, eBay - enfrentam pressão dos ebuyers e esellers, com atualização e entrega de produtos no dia seguinte, permitindo das equipas de tecnologias de internet com as equipas de unidades de negócio, um esforço entre si para acompanhar experiência digital do consumidor (CTT, 2019). Estas assumem o papel de arquitectar sistemas baseados na cloud em unidades de negócio usando as necessidades dos clientes, uma organização e proteção de serviços adicionados à medidas da sua jornada de compra.

A entidade Gartner apresentou uma visão de comércio corporativo denominado por “commerce to you” (C2U). Esta nova estrutura ajuda as empresas/organizações/instituições a saberem — onde estão, onde precisam estar, para competirem. O estudo apresenta quatro princípios e quatro pilares para incentivar as empresas/organizações/instituições a antecipar e resolver problemas para os clientes aceleradores de tecnologia, ativos flexíveis/modulares e inteligência do cliente. O futuro do e-commerce é a comunicação de vários canais, de sites tradicionais, apps, dispositivos IoT, smart speakers e veículos conectados.

Gerir uma plataforma flexível e multi-canal requer do IA e da Machine Learning (ML) uma automatização no processo de extração de dados. Esta nova geração de plataformas de e-commerce apresenta-se modular e flexível com as novas aplicações emergentes, formando um ecossistema através de API, IA, IoT e onde a integração em parceiros é o caminho para o sucesso. Com advento do commerce voice, a experiência do utilizador adquire importância de - simplicidade - para compras imediatas e ponderadas, porque este canal funciona por rotina e por impulso. As águas da conectividade digital e das redes digitais, as PWAs (Progressive Web Apps), que pré-carregam conteúdos nos dispositivos para acelerar e otimizar a navegação, tornam-se cada vez mais o standard, devido ao seu potencial para melhorar as experiências do e-commerce (Magento Live, Adobe 2019). Essa mistura de código corporativo e comunitário é essencial para a inovação", (Robson, Magento Live, Adobe 2019).

“Uma plataforma é tão boa quanto a comunidade que a constrói, colabora e a amplia. Se não possui um ecossistema, não possui uma plataforma. "(Jason Woosley, VP de comércio de produtos e plataforma, Adobe).

Transformando experiências significa ter um parceiro específico e atual para determinar na plataforma digital das empresas/organizações/instituições gerindo pré-compra, compra e pós-compra de produtos e serviços.

Qual o comportamento da comunicação na E-culture?

Atualmente o podcast tem impacto na marca com presença digital. As redes digitais envolvem a - geração Z - em massa como orientação reversa, ou seja, ajudam os nativos digitais a melhorar as suas habilidades. O benefício da mentorização em utilizar novas tecnologias em reuniões virtuais identifica novas oportunidades criativas. A transformação digital ajuda os jovens desta geração Z aprender como liderar, gerir e construir uma nova cultura trazendo benefícios e orientação. Esta nasce na era das redes sociais e as tecnologias digitais apresentam-se desce o seu nascimento. Por outro lado, esta geração Z precisa de aprender o funcionamento de empresas/organizações/instituições como uma mentalidade colaborativa, ouvindo e prestar atenção à cultura, através de coisas novas e mantendo elementos antigos. O benefício da orientação reversa atua como troca de conhecimento, quando funciona, todos ganham.

III - Hiperconectividade

Após estudo e análise de icatviana.org e ccc-diocese-porto.pt, preparamos para demonstrar e encaminhar a melhor solução realista e especifica para sua implementação. A tecnologia adoptar é o wordpress, plataforma opensource disponibilizada por comunidade online de todo o mundo, onde a sua consulta, aprendizagem e atualização constante permite ser a escolha certa para os próximos anos do icvc.pt, além do mais o espaço onde armazenar a informação e sua segurança. A evidência sólida para este caso específico permite materializar o icvc.pt em espaço digital de três áreas importantes - e-learning, e-commerce e e-culture. Os exemplos demonstrados previamente, advertem desafios, comportamentos e comunicação de como o icvc.pt poderá ser inovador, dinâmico e competitivo, antevendo o mercado digital como um novo diálogo com o mundo da cultura e espaço de formação pastoral na Diocese de Viana do Castelo, Igreja do Alto Minho.

Determinar e discutir uma estratégia de marketing para compreensão de consumidores digitais - esellers e ebuyers, significa antever e solucionar problemas com que se defronta, definindo objectivos concretos para ultrapassar com a sua ação pastoral no Alto Minho. Uma ação adicional a resolver é o problema informático de sistema de facturação, permite em tempo real realizar a emissão do e-fatura para o e-consumer, prova de compra de produto ou serviço no e-commerce. Por outro lado, a velocidade de internet permite aos e-learners efectuarem a sua formação em qualquer espaço, hora e desejo.

Como opção pessoal, os primeiros passos na transformação digital do icvc.pt iniciam uma nova época na Diocese de Viana do Castelo, onde o presente investigador vai realizar o estudo, a criação e implementação da ação pastoral - diocesedeviana.pt, a voz pastoral - noticiasdeviana.pt, e estudo pastoral icvc.pt.Esta transformação digital vai ser uma aventura e tanto.

1. Instituto Católico de Viana do Castelo. (2019). Formação, Conservação e Restauro, Divulgação. http://www.icatviana.org

2. Centro de Cultura Católica. (2019). História, Formação. ICVC.http://www.ccc.diocese-porto.pt

3. CTT. (2019). E-Commerce Day 2019. https://www.ctt.pt/grupo-ctt/media/projetos-e-campanhas/e-commerce-day-2019

4. Magento. (2019). A plataforma de comércio eletrónico para desenvolvedores e pequenas empresas. https://magento.com/products/magento-open-source

5. Adobe. (2019). Transformação do comércio eletrónico: 'A corrida está iniciada', dizem os executivos. https://cmo.adobe.com/articles/2019/10/e-commerce-transformation---the-race-is-on---say-speakers-at-mag.html#gs.00bu3f

6. Adobe. (2019). "Histórias poderosas e emocionais" alimentam a Rebrand da Western Sydney University. https://cmo.adobe.com/articles/2016/10/the-cmo-show-angelo-kourtis-western-sydney-university.html#gs.00bwp4

7. Adobe. (2019). Onde os executivos estão fazendo suas maiores apostas em 2020. https://cmo.adobe.com/articles/2019/12/executives--big-bets-in-2020.html#gs.00c0rj

8. Adobe. (2019). Veja como será sua estratégia de comércio electrónico até 2023.https://cmo.adobe.com/articles/2019/11/here-s-what-your-e-commerce-strategy-will-look-like-by-20230.html#gs.00c5p5

9. Adobe. (2019). Os 4 paradoxos dos consumidores conectados. https://cmo.adobe.com/articles/2019/11/the-4-paradoxes-of-connected-consumers.html?cid=em:MR_US_12062019#gs.00c7bt

10. Adobe. (2019). Voice Commerce: Passando a moda passageira ou Oportunidade? https://cmo.adobe.com/articles/2019/12/voice-commerce--passing-fad-or-opportunity-.html?cid=em:MR_US_12132019#gs.00ce78

11. Adobe. (2019). Seu próximo mentor pode ter metade da sua idade. https://cmo.adobe.com/articles/2019/9/your-next-mentor-might-be-half-your-age.html#gs.00fgx4